> > Como se adaptar ao novo colchão

Como se adaptar ao novo colchão

Não existe um período de adaptação fixa. Em primeiro lugar devemos ter em conta o conforto que o novo colchão poderá ofertar. É provável que o nosso corpo esteja habituado à curvatura já afundada do colchão, agora com um novo colchão suas costas voltarão a descansar no lugar certo. Também dependerá do material e densidade do novo colchão, para despertar nossos sentidos de conforto, tranquilidade e relaxamento.

Por último, não esqueçamos de escolher um produto com garantia de qualidade. Para isso, preste muita atenção à certificação dos materiais, o teste de durabilidade, mas realmente o principal é se o novo colchão é adequado às minhas necessidades, meu biotipo.

Levamos uma média de 11 anos dormindo nos mesmos colchões, isso significa que estamos habituados de maneira muito progressiva à sua “incomodidade” e, por isso, às vezes, o passo de uma cama velha a uma nova gera sensações diferentes. Nos habituamos a tudo e o costume vem com o decorrer dos anos, por isso, nossa comodidade em falsas zonas de conforto faz com que tenhamos dificuldade de adaptação ao “novo”.

O nosso corpo está habituado a descansar numa superfície e quando colocamos uma nova, que proporciona o suporte adequado para a nossa coluna, resulta em um bom descanso, mesmo que leve algum tempo para habituar-se.

COMO AFETA AO NOSSO DESCANSO MUDAR DE CAMA

Mudar os colchões é uma tarefa que temos por costume não pensar muito, uma vez que compramos e deixamos de pensar mais neles.

Os especialistas em higiene do sono recomendam fazer a mudança a cada oito ou dez anos, uma vez que após esse tempo os colchões perdem as suas condições de: higiene e conforto.

Com o tempo o colchão deixa de cumprir a sua missão principal: proporcionar um descanso saudável, e como não prestamos muita atenção a esses desgastes e colocamos nossa saúde em risco.

Um colchão novo pode trazer um incômodo temporário de adaptação, não mais que isso, pois nós nos acostumamos a coisas boas bem rápido, e ter uma noite de sono tranquila e reparadora logo fará você esquecer-se da velha cama.

Como acelerar o processo de adaptação

As primeiras noites em um colchão novo podem não ser aquela maravilha tão sonhada quando se pensa em uma cama nova, pois ao sair de um colchão antigo, e que muitas vezes já nos causava dor por seus afundamentos e amoldamentos, esperamos dormir a primeira noite como no céu. E em muitas vezes, essa expectativa realmente acontece e muitas pessoas se adaptam rapidamente ao colchão novo com noites maravilhosas de sono. Mas, quando não acontece na primeira noite, não precisa assustar-se, pois é uma situação normal, e esse período de adaptação inicial pode compreender de 1 a 30 noites de uso, e logo você verá as mudanças no seu corpo, como: o alívio das dores e um sono mais reparador e tranquilo. Em situações bem contrárias e em casos específicos, o período de adaptação pode durar um pouco mais

Saindo de um colchão macio para um colchão duro

Este é umas das situações mais comuns e que acontece com muitas pessoas insatisfeitas com seus colchões velhos e afundados quando procuram colchões com mais suporte e firmeza. Mas, quando chega hora de dormir a primeira noite pode ser muito complicada, já que nosso corpo precisa de um período para se adaptar. Costumamos usar como o exemplo: quando ficamos por um longo tempo sedentário e voltamos à academia ou aos exercícios, queremos dar o nosso máximo em cada minuto do treino, por isso, é normal nos primeiros dias após essa volta, sentirmos dores em todo nosso corpo, pois algo está mudando.

O mesmo ocorre com o novo colchão, já que no colchão antigo os amoldamentos ocorrem exatamente onde o corpo tem mais peso e seu colchão é a moldura do corpo; logo no colchão novo que ainda está reto e firme, é nestes locais que seu corpo sentirá o desconforto.

Vai aí uma dica para melhorar suas primeiras noites de sono: tente dormir com um edredom dobrado logo abaixo do lençol e vá desdobrando o mesmo com o passar dos dias, assim você se acostumará gradualmente à firmeza do colchão.

Trocando um colchão antigo por um novo

Muitas pessoas irão me questionar: “se eu estou trocando um colchão firme por outro colchão com a mesma densidade não é certo que eu deverei me adaptar instantaneamente?”, na realidade isso não se traduz verdadeiro, pois o colchão, após um período de utilização perde algumas funções e, às vezes, torna-se prejudicial à nossa saúde física e emocional. O colchão sofre a ação diária da umidade do ar e dos sais minerais presentes no suor humano, e a espuma desse colchão começa a sofrer um processo de oxidação e degradação, assim a troca se torna necessária e a adaptação por sua vez pode demorar um pouquinho, mas sua saúde agradece.

Saindo de um colchão firme para um colchão macio.

Toda troca vai causar estranheza, e a de um colchão firme por um macio também requer adaptação. Nesse caso, não devido às dores nas articulações, mas a outros motivos que também não prestamos muita atenção ao longo de nossas vidas a falta de hábito em dormir em um colchão com conforto.

Nas primeiras noites em seu colchão novo durma de lado, na posição fetal e abraçado(a) a um travesseiro, ou aqueles rolinhos, isso fará com que você fique na melhor posição possível para o seu sono, evitando assim as dores no seu corpo.

A QUALIDADE DE SEU SONO NO COLCHÃO NOVO

A qualidade do seu sono tem um grande impacto sobre a forma como você se sente, assim como qualquer outra coisa e, por isso, é fundamental que você compre um colchão de qualidade. Porém, até mesmo os colchões de alta qualidade podem parecer os piores quando eles são novos. E se você usa um colchão sem normas de conservação, ele pode perder sua forma rapidamente. Siga as práticas descritas abaixo ao comprar um novo colchão para que você possa amaciá-lo corretamente:

  • Coloque um saco plástico de lixo esticado no meio da cama. Você virará seu colchão periodicamente, e o saco de lixo tornará possível deslizar e girá-lo sem precisar levantá-lo.
  • Tome nota de como se sente no colchão durante as duas primeiras semanas. Se você compartilha a sua cama com alguém, durma no mesmo lado todas as noites enquanto considera a qualidade do colchão.
  • Após duas semanas, remova os lençóis. Puxe o colchão alguns centímetros em direção ao pé da cama, em seguida, gire-o 180 graus.
  • Durma no colchão girado nas próximas duas semanas. Se após quatro semanas você estiver insatisfeito com o conforto ou nível de firmeza do seu colchão, é hora de considerar devolvê-lo.

As garantias de colchão variam em tamanho, e a qualidade do colchão muitas vezes não melhorará após quatro semanas de uso. Se você gosta de seu colchão e quer ficar com ele, gire-o 180 graus novamente. Não havendo melhora gire o colchão 180 graus uma vez por mês durante os próximos cinco meses.

Se você dormir sozinho ou se o seu parceiro de cama é de um tamanho ou peso significativamente diferente do que você, isso vai ajudar a garantir que o enchimento do colchão tenha um uso equilibrado durante os primeiros meses, que é quando ele está mais comprimido.

É importante ressaltar a necessidade de escolher um produto de qualidade, se não, não importa quanto tempo passe tentando se adaptar ao novo modelo de colchão, se a qualidade não for boa ele continuará trazendo problemas para você e sua coluna, não auxiliando em nada a melhora da qualidade de vida.

Então fique atento a qualidade do produto que está adquirindo para facilitar sua adaptação.

10/10/2018|Categories: Curiosidades|


Posts relacionados

Sono na terceira idade

Conforme a idade vai passando, os padrões do sono vão se alterando e ficando cada vez mais leves e suaves. Quando recém nascidos, dormimos cerca de 14 a 17 horas...

Benefícios do cochilo

Provavelmente você já ouviu, ou vai ouvir, alguém dizer que cochilar a tarde pode atrapalhar sua noite de sono, mas não pense que essa pessoa tem toda razão, pois cochilar...

Quer conhecer mais sobre a tecnologia da Sono Quality, que proporciona mais saúde e qualidade de vida? Então, agende uma visita com um de nossos especialistas.

Quer ter uma história de sucesso?

Seja um representante Sonoquality