Início>Verdades e mentiras sobre colchão magnético

Verdades e mentiras sobre colchão magnético

Verdades e mentiras sobre colchão magnético

O colchão magnético, colchão terapêutico, nada mais é do que colchão normal, com a aplicação de imãs com + ou – 800 Gauss de força magnética, criando assim um campo magnético. Esses imãs ficam fixados nas cavidades de uma camada de espuma Rebatam (espuma perfilada), esse alto relevo da espuma proporciona uma automassagem relaxante dando a sensação de massagem. Permitindo assim também uma melhor circulação de ar com a pele, melhorando muita a transpiração durante o sono.

Porém existem muitas informações sobre esses colchões e pode te deixar confuso quanto às opiniões diversas. Para que não fique com dúvida na hora de comprar, aqui vão verdades e mentiras sobre colchão magnético.

COLCHÕES MAGNÉTICOS PRECISAM PASSAR PELA CERTIFICAÇÃO COMPULSÓRIA DO INMETRO

Muitas pessoas estão cometendo um grande erro na hora de comprar um colchão magnético. Revendedores deste produto alegam que este tipo de colchão, por ser um colchão com propriedades especiais e características diferenciadas, não tem necessidade de passar pelos testes de um laboratório creditado pelo Inmetro, o que não é verdade. Colchões magnéticos se enquadram em uma categoria específica de produtos, chamada de colchões mistos, a qual contempla os modelos com características especiais. Abaixo podemos visualizar a portaria que identifica este tipo de produto.

Segundo a Portaria nº 79, de 3 de fevereiro de 2011, do Inmetro:

“4.14 Colchão misto. Colchão devidamente revestido, constituído de chapa dura (de madeira maciça, compensado ou outros materiais com funções similares) ou por camada(s) com materiais distintos da espuma de poliuretano (como látex, elementos magnéticos, massageadores, rabatan, infravermelho, entre outros), sobreposto por lâminas de espuma em uma ou ambas as faces e nas laterais.”

COLCHÃO MAGNÉTICO BOM TEM DE SER DURO E PESADO.

Isto não é verdade. O conceito de colchão duro ou macio é muito relativo. A minha percepção pessoal de firmeza pode ser diferente da sua. Por isso, antes de definirmos qual é o colchão adequado para o nosso uso, devemos levar em consideração alguns fatores:

* Peso;

* Altura;

* Atividade laboral;

* Desgaste físico;

* Sensibilidade articular;

* Dores nas costas.

Depois de levantados estes dados podemos definir com maior clareza que tipo de firmeza será a mais adequada. A indústria moderna de colchões, sejam magnéticos ou tradicionais, já compreendeu isto e oferece diversos modelos. Hoje podemos encontrar no mercado de colchões magnéticos modelos com espuma viscoelástica nas camadas de conforto; colchões magnéticos de mola; e colchões totalmente produzidos em espuma de PU (sem caixa rígida). Essa oferta variada nos ajuda a encontrar um produto que esteja de acordo com as necessidades.

COLCHÃO MAGNÉTICO SUBSTITUI REMÉDIOS.

De forma alguma. Muitas vezes, pessoas mal-intencionadas, na hora de promover um produto como este, prometem verdadeiros milagres e curas que não poderão cumprir. Além disso, somente médicos registrados pelos órgãos competentes e habilitados ao exercício legal da função têm o conhecimento e a autoridade para diagnosticar se devemos parar ou continuar a tomar remédios. Colchões com terapia magnética podem auxiliar em alguns tratamentos? Sim. Porém, antes de tomar a decisão de deixar de tomar qualquer medicamento, consulte seu médico.

COLCHÕES MAGNÉTICOS POSSUEM ALGO MÍSTICO OU MÁGICO.

Magnetismo é um fenômeno físico: Em física e demais ciências naturais, magnetismo é a denominação associada ao fenômeno ou conjunto de fenômenos relacionados à atração ou repulsão observada entre determinados objetos materiais. Logo, o colchão magnético não carrega nada de misticismo. Todo efeito do magneto se pauta na atração e repulsão das partículas. Este fenômeno é percebido na natureza. Basta utilizar uma bussola que perceberemos a influência deste campo magnético. Em função do excesso do uso de eletroeletrônicos e do elevado nível de construção, já se evidencia o que se chama “síndrome da escassez magnética”.

EXISTE CONTRAINDICAÇÃO PARA COLCHÕES MAGNÉTICOS?

A restrição quanto ao uso de colchões magnéticos acontece para pessoas que usam marca-passo, devido ao fato de que o campo magnético pode descarregar a bateria do aparelho. Porém, como a tecnologia evolui constantemente, hoje estão disponíveis no mercado marca-passos blindados, os quais não recebem interferência de campos magnéticos. Isso permite a utilização do colchão com magnetos. A dica é: consulte seu médico.

COLCHÕES MAGNÉTICOS SOMENTE PODEM SER COMERCIALIZADOS DIRETAMENTE NA CASA DO CONSUMIDOR

Atualmente já existem lojas que comercializam este tipo de produto. Assim, você pode experimentá-los e testá-los como os colchões tradicionais, o que modifica sua experiência de compra. Ao ver o produto em suas dimensões reais você pode observar com clareza os detalhes que em uma maquete pequena não conseguiria perceber.

PESSOAS QUE USAM PINOS OU PRÓTESES METÁLICAS NÃO PODEM UTILIZAR COLCHÃO MAGNÉTICO

Não existe nenhum problema ou contraindicação relacionada ao uso de próteses ou pinos. Além do mais, com os avanços da tecnologia e da medicina a maioria dos implantes utilizados nos dias de hoje já não possuem ação ferromagnética, ou seja, não são atraídos ou repelidos por pastilhas magnéticas.

COLCHÕES MAGNÉTICOS INTERFEREM EM OUTROS EQUIPAMENTOS ELETRÔNICOS

* Rádios-relógios, despertadores e aparelhos de som não são afetados;

* Relógios e aparelhos de celular, quando deixados em cima do colchão magnético, podem ter sua bateria danificada ou descarregada de forma mais rápida;

* TVs de LCD ou de plasma e monitores não são afetados;

* Televisores e monitores convencionais podem ter a cor da tela alterada dependendo da proximidade que o aparelho estiver da cama;

* Não é recomendada a utilização de computadores e tablets enquanto se está deitado no colchão magnético. Porém, muitos usuários relatam utilizar seus aparelhos na cama sem nenhum prejuízo.

NÃO SE DEVE UTILIZAR LENÇÓIS TÉRMICOS EM COLCHÕES MAGNÉTICOS

Isto não é verdade. A utilização do lençol térmico em um colchão magnético além de não ter nenhuma restrição é altamente recomendada, pois ela potencializa a ação das pastilhas magnéticas do colchão por meio da ativação pelo calor.

CRIANÇAS NÃO PODEM UTILIZAR COLCHÕES MAGNÉTICOS

Pelo contrário, existem diversos benefícios às crianças relacionados ao uso de colchão magnético. Seguem abaixo alguns deles:

* Aumento de imunidade;

* Fixação de vitamina D;

* Em bebês, evita icterícia;

* Diminuição das dores de crescimento.

COLCHÕES DE QUALIDADE

Agora que conheceu algumas verdades e mentiras do colchão magnético, você já pode pensar em adquirir um produto tão evoluído no mercado, mas lembre-se de procurar uma loja de qualidade e especializada em colchões, para ter garantia da qualidade do produto que está adquirindo.

A Sono Quality é a melhor empresa no segmento de colchões do país, sendo líder em fabricação e comercialização deste segmento, superando as exigências e expectativas do mercado de colchões no Brasil. Com matéria prima de qualidade e produtos sustentáveis, a empresa tem como objetivo promover a qualidade de vida e conscientizar a população sobre a importância da qualidade do sono e o quanto cuidar desse momento pode trazer benefícios para o seu dia a dia.

Para uma melhor qualidade de vida e uma noite de sono perfeita, venha conhecer a Sono Quality e todos os seus colchões altíssima qualidade e tecnologia, assim você pode comprar colchão magnético sem medo da qualidade. Você não vai se arrepender e finalmente seu sono terá a importância que merece. Pode confiar, a Sono Quality cuida de você como ninguém!

09/10/2018|